Observador Fogo em edifício de 12 andares em Manchester controlado – Observador

  • Em atualização
  • 30/12/2017, 18:15

Diário de Notícias da Madeira Albuquerque deixa mensagem de Fim de Ano aos madeirenses e garante continuar a trilhar o "caminho da mudança"

Correio da Manhã Homem com explosivos faz reféns em posto dos Correios na Ucrânia - Mundo - Correio da Manhã

Homem com explosivos faz Nove reféns libertados e raptor detido em posto dos Correios na Ucrânia - Mundo - Correio da Manhã

  • Homem com explosivos faz
  • estão
  • Um
  • com explosivos fez
  • este sábado
  • onze reféns num posto dos Correios em Kharkiv
  • Ucrânia
  • Segundo avança a agência
  • no local estão
  • presas com
  • homem que se barricou no interior
  • As mais recentes informações no local garantem que o homem
  • que ainda não foi identificado, está calmo e está em
  • O homem estará preocupado com a
  • fez quaisquer
  • Nove
  • libertados e raptor detido
  • estavam
  • As nove pessoas que estavam a ser mantidas como reféns por um
  • numa estação de correios na segunda maior cidade ucraniana, Kharkiv, foram todas libertadas ilesas e o sequestrador foi detido
  • anunciou a polícia. O chefe da polícia ucraniana
  • Serhiy Knyazev
  • disse que ninguém ficou ferido
  • sequência do incidente
  • A polícia não especificou se o homem barricado, que disse ter armas e explosivos, fez alguma exigência específica. O homem estaria armado com explosivos. Aagência
  • chegou a adiantar que estavam retidos
  • mas
  • número de vítimas foi depois corrigido para nove
  • Ao longo da tarde deste sábado
  • o sequestrador terá mantido
  • A ação terá siudo motivada pela
  • o sequestrador
  • se conhecem asr
  • que terá feito

Observador Homem barrica-se em posto dos correios na Ucrânia e faz reféns. Cinco já foram libertados. – Observador

Homem barrica-se Ucrânia. Polícia libertou reféns e deteve homem barricado em posto dos correios na Ucrânia e faz reféns. Cinco já foram libertados. – Observador

  • Homem barrica-se
  • na Ucrânia e faz
  • . Cinco já foram libertados. Em atualização Das 11 pessoas retidas
  • , cinco já foram libertadas
  • A polícia desconhece as motivações do homem, que terá armas
  • explosivos
  • . A polícia está no local GENYA SAVILOV/AFP/Getty
  • Associated Press e a agência de notícias Interfax
  • libertadas
  • O chefe regional da
  • "por enquanto, ainda não
  • desconhecem
  • . Yaroslav Trakalo adiantou, também ao 112, também citado pela Reuters, que a polícia acredita que o homem tem armas e explosivos. O trânsito foi cortado na zona
  • Ucrânia. Polícia libertou reféns e deteve homem barricado
  • 30/12/2017, 14:50 A polícia libertou as pessoas que estavam a ser mantidas como
  • Nenhum dos reféns ficou ferido
  • o suspeito foi detido
  • e fez 11 reféns SERGEY BOBOK/AFP/Getty
  • Reuters
  • a polícia libertou os reféns — durante a tarde, o suspeito já tinha libertado
  • — e deteve o homem. "Todos os reféns em Kharkiv
  • libertados. O atacante foi detido", avançou o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, na sua conta de Twitter , deixando um agradecimentos às forças policiais. A polícia entrou no posto de correios depois de um dos reféns lhes ter aberto a porta, adiantou o procurador de Kharkiv, Yuriy Danylchenko. O chefe da polícia ucraniana, Serhiy Knyazev, citado pela Associated Press, adiantou que nenhum dos reféns ficou ferido. Ukraine hostages freed after police storm post office http://t.co/umpjKwQNgJ pic.twitter.com/P2mEQunL0D — Reuters Top News (@Reuters) December 30, 2017 Segundo o chefe regional da polícia, Oleh Bekh, o homem tinha um historial de comportamento antisocial e de crimes ligados a drogas. "Provavelmente precisa de ajuda psiquiátrica. Durante a detenção sofreu ferimentos ligeiros
  • Ele não estava num estado normal… os reféns disseram que ele estava a beber álcool."
  • Um conselheiro do ministro do Interior, citado pela Reuters, referiu no Facebook que um dos reféns conseguiu ligar para a polícia e quando lá chegaram, poucos minutos depois, o assaltante percebeu que não conseguiria abandonar o local e fez reféns os funcionários e clientes do posto de correios. Yaroslav Trakalo adiantou ao canal de televisão 112, também citado pela Reuters, que a
  • acreditava que o homem tinha armas e explosivos. Uma das crianças contou a um órgão de comunicação que o suspeito disse que tinha um tumor cerebral e tratou bem os reféns. A criança referiu ainda que o homem colocou explosivos em duas garrafas e ameaçou fazer-se explodir
  • caso a polícia não o ouvisse.
  • , esta tarde,
  • "não
  • desconheciam

Observador Marcelo deve ter alta e fazer a Passagem do Ano em casa – Observador

Marcelo deve Rebelo de Sousa vai ter alta e fazer a Passagem do Ano em casa este domingo – Observador

  • deve
  • e fazer a Passagem do Ano em casa
  • deve
  • até
  • para fazer
  • passagem
  • ano
  • casa
  • diz
  • relatório médico publicado no site
  • Presidência
  • Depende
  • funcionamento do intestino
  • Tiago Petinga/LUSA Autor Observador
  • dos
  • média
  • Rebelo de Sousa vai
  • este domingo
  • vai
  • este
  • de manhã
  • anunciou o médico Eduardo Barroso. "Está tudo
  • correr dentro
  • previsto e acabámos de combinar que sairia depois da visita." Tiago Petinga/LUSA Autor Observador O Presidente da República, internado desde quinta-feira no hospital Curry Cabral, irá ter alta amanhã, domingo dia 31 de dezembro. Em declarações à porta do hospital, o cirurgião Eduardo Barroso comunicou que combinou com Marcelo Rebelo de Sousa que lhe iria dar alta "amanhã depois da visita" que se realizará da parte da manhã. Eduardo Barroso afirmou que nada se alterou
  • relação ao que tinha dito esta manhã
  • que
  • Presidente continua a recuperar bem e está bem disposto. "Não há nada para dizer de novo em relação ao que disse hoje de manhã. Está tudo muito bem até agora. Está tudo a correr dentro do previsto e acabámos de combinar que sairia depois
  • visita." O cirurgião adiantou ainda que o Presidente
  • "mantém-se bem disposto", "anda perfeitamente" e que "à noite vai passear pelo corredor"
  • "Acho que depois de eu vir [ao hospital] e se mantivermos a alta como está previsto, a partir daí vai quando ele quiser. Do que ele me disse agora, é por volta da hora
  • almoço, é já não almoçar cá." "Agora queria comer uns hambúrgueres, mas eu achei que era demais", acrescentou Eduardo Barroso
  • do
  • médica